Uma nação de ovelhas está destinada a ter um governo de lobos.

ovelhas-lobos-raposas

Uma nação de ovelhas está destinada a ter um governo de lobos

(Edward R. Murrow)

Está demonstrado que, neste mundo, quando agimos como ovelhas somos tratados como seres inferiores, portanto, a educação actual de uma forma ou de outra visa formar ovelhas fáceis de domar e atemorizar com a finalidade de garantir que alguns lobos façam e desfaçam à custa das ovelhas… Os lobos raramente saem de uma escola pública, estes lobos tendem a ser membros das famílias mais corruptas da sociedade e são lobos pela maldade que as suas famílias lhes transmitem e não pelo grau de escolaridade.

Está demonstrado que uma nação de ovelhas está destinada a ter um governo de lobos, razão pela qual devemos evitar comportamentos de ovelhas! Quantas menos ovelhas na sociedade menos os lobos farão das suas… Mas está bem ser lobo? Os lobos são selvagens, não são razoáveis, não estão interessados nas necessidades dos outros, só pensam em exercer o seu domínio pela força bruta, apenas desejam intimidar e não lhes interessa se são ou não respeitados, além disso um conflito entre lobos é muito mais sangrento do que um conflito de ovelhas.

Podemos concluir que uma sociedade de ovelhas nos leva a uma submissão total e uma sociedade de lobos ao caos absoluto, então qual a melhor alternativa?
Poderíamos dizer que a melhor alternativa seria uma sociedade de raposas. E porquê? Porque as raposas antes de usar a força usam a astúcia, porque pensam o que vão fazer, porque não são submissas mas também não procuram impor a sua vontade inconscientemente, porque procuram um equilíbrio entre suas necessidades e tirar proveito da sua liberdade…

Uma sociedade de raposas pode encontrar uma ordem como uma sociedade de ovelhas, mas não são submissas aos lobos, numa sociedade de raposas, onde todos são astutos não será permitido que um lobo governe! Quem governar esta sociedade de raposas deve fazer as coisas bem senão estas retiram-lhe o poder, uma sociedade de raposas promove a liberdade e a ordem, uma sociedade de raposas será baseada na inteligência e astúcia não na submissão e força bruta como as sociedades de lobos e ovelhas; Portanto, devemos tentar ser mais como raposas, inteligentes, astutos e conscientes, nunca submissos como ovelhas, nem selvagens como lobos.

Strauss-Kahn deve ser absolvido?

Strauss-Kahn deve ser absolvido da acusação de proxenetismo

FMI-Dominique-Strauss-Khan-prostitutas

Para ser condenado por proxenetismo, a acusação teria que provar que Strauss-Kahn sabia que as mulheres que participavam das orgias com ele eram prostitutas e, por consequência, as relações sexuais eram pagas. Nenhuma mulher declarou aos juízes ter recebido dinheiro diretamente das mãos de Strauss-Kahn. Elas eram remuneradas pelos amigos dele.
Pela falta de pudor com que ele tratava as garotas de programa, duas depoentes declararam ter convicção que ele sabia que elas eram prostitutas. Mas convicção não é prova e há um certo consenso entre juristas que Strauss-Kahn pode ser absolvido.
Fonte

merkel-passos-bikini

Escrever “cartas” não é solução

Escrever “cartas” não é solução

A solução “séria” seria uma verdadeira união política em que o bem estar dos povos fosse mais importante que o bem estar dos beneficiários da austeridade…
Considero que Merkel não é “amiga” de Passos Coelho ou dos portugueses, apenas lhe interessa que o programa imposto seja executado e se possível sem contestação.
Chega a ser aflitivo que Passos Coelho e Cavaco Silva pensem que lucram com o servilismo e não entendam que cada elogio que fazem às políticas de austeridade, são um ataque às que se lhe opõem… Que sustentando a receita de Merkel retiram argumentos aos que têm “tomates” e lutam por políticas que defendem o desenvolvimento económico e o fim da austeridade permitindo o cumprimento dos equilíbrios orçamentais nos vários países. A Grécia, gostemos ou não, tem o mérito de enfrentar o “status quo”!
A realidade, (que parece não ser a mesma para todos), demonstra que a austeridade beneficiou a Alemanha e outros países do norte da Europa descuidando as realidades económicas dos diferentes membros.

Convém não esquecer que para a Alemanha (e antes dela, a Finlândia), existe o preconceito que visa “rotular” gregos, espanhóis, italianos e portugueses como
caloteiros, incompetentes e preguiçosos, denegrindo os visados mas sempre beneficiando com a especulação financeira e exploração dos mesmos!
Não nos iludamos, há uma guerra financeira contra os países do sul da Europa da qual me sinto prisioneiro!

http://observador.pt/2015/02/12/politicos-apelam-para-simpatia-de-passos-com-grecia-no-conselho-europeu/

http://www.jornaldenegocios.pt/economia/europa/uniao_europeia/zona_euro/detalhe/passos_coelho_portugal_foi_o_pais_que_mais_esforcos_fez_para_ajudar_a_grecia.html

http://www.jornaldenegocios.pt/economia/europa/uniao_europeia/zona_euro/detalhe/cavaco_silva_dinheiro_para_a_grecia_sai_do_bolso_de_todos_os_portugueses.html

grecia-mete.patins.euro-grupo

Grécia – Yanis Varoufakis calça “patins” à Troika.

Grécia – Yanis Varoufakis calça “patins” à Troika.

grecia-mete.patins.euro-grupo1

O ministro das Finanças grego confirmou esta sexta-feira que o novo governo não vai mais trabalhar com a troika, nem pedir um prolongamento do segundo programa de resgate.

Ninguém sabe o que irá acontecer! Mas que o Syriza já pôs a União Europeia em pé de Guerra, não há quem duvide…
Alinhar com a Troika é aceitação garantida e sem retorno de uma divida impagável, “Ad aeternum“, injusta e imoral contraída a agiotas corruptos a quem as várias dividas soberanas têm feito “engordar” de uma forma difícil de quantificar…
Todos sabemos, (excepto os que não querem saber), que a austeridade imposta a estes países não tem como objectivo a redução do défice, mas sim a asfixia económica e consequentemente a miséria existencial, social e intelectual.

Já basta do “conto do vigário” que uma “casta” de oportunistas nos tenta vender sob o nome de austeridade e que não é mais do que tratar a pobreza com miséria! Alguma razão terá o Prémio Nobel da Economia de 2008 (Paul Krugman) ao afirmar:

- “Plano económico do Syriza é mais realista que o da troika“.

Considero refrescante, dignificante e com o “condão” de restaurar a fé na humanidade que alguém obrigue os representantes da troika a ver e tomar consciência que em primeiro lugar estão os Povos, a sua dignidade e bem estar…  Que já está demasiada gente a passar fome nesta Europa “solidária”… E não me refiro apenas à Grécia, Portugal ou Espanha!!
Enquanto os srs da Troika, do Euro-grupo, do FMI, da banca e da política puderem enriquecer a uma velocidade vertiginosa à custa de quem vê os seus direitos constitucionais e humanos perigosamente comprometidos e sacrificados aos “deuses” de um défice cuja meta cada vez se afasta mais ao invés de se aproximar, exigindo sacrifícios cada vez mais violentos porque os mercados e os investidores não podem esperar, os Povos que se “lixem”…

Mas, no que toca aos países intervencionados sejamos justos, tomando por exemplo o nosso país podemos afirmar que Portugal está a causar fortes invejas com a sua recuperação… O pais está no bom caminho, o desemprego já está a baixar e até os pais que tudo fizeram para dar um futuro digno e prospero aos seus filhos continuam “embevecidos” a vê-los partir para bem longe a procura de uma vida digna! E que dizer da educação? Mas é na saúde que realmente sinto mais o empenho e justiça social do governo… É que não conseguem imaginar a minha felicidade ao saber que a partir desta semana uma ida às urgências custa menos 5 cêntimos… Quase chorei!
Realmente não sabemos o que irá acontecer entre o governo grego e a UE. Mas ninguém pode tirar ao Syrisa o mérito de, pelo menos tentar cumprir o que prometeu ao seu eleitorado, coisa que não passa pela cabeça aos políticos lusos, pelo menos os que conheço!
E não é demais relembrar que o país que recusou pagar as dívidas, deixou cair a banca e perseguiu os responsáveis pelos crimes económicos foi a Islândia e está agora na miséria… Ouvi até dizer que corre o risco de ser anexada pela Rússia!..
O meu bem haja e muita saúde a quem tem coragem para desafiar os “intocáveis”… Força Grécia.

Continuar a ler

Um telemóvel para o Sr. Engenheiro.

Um telemóvel para o Sr. Engenheiro.

Guardas acusam director adjunto da cadeia de dar gabinete para Sócrates fazer telefonemas.

prisao-socrates

Não seria melhor, ou mais prático darem ao homem um telemóvel? Se pode falar ao telefone num gabinete sem supervisão… Ia dar ao mesmo!! E como é que sabemos se apenas fala com os advogados? 

Será que nas listagens de chamadas telefónicas da cadeia de Évora não aparecem chamadas para paraísos fiscais e exóticos como por exemplo as Ilhas Cayman ou a Ilha de Mann?

Noticia completa aqui; fonte

Sócrates estará a querer manipular a investigação…

socrates-1000-euros

foto de http://blog.opovo.com.br

Sócrates estará a querer manipular a investigação…

“(…) Procurador e o juiz acreditam que Sócrates estará a querer manipular a investigação, criando um ambiente adverso à investigação e ponto em causa a recolha e conservação da prova.”

Quem pode pensar uma coisa dessas?!
Tudo isto não passa de má vontade e uma série de coincidências! Devemos ter em consideração:

Continuar a ler

CORRUPTOMETRO

SUBMARINOS: Tenho vergonha disto tudo!

 

SUBMARINOS: Tenho vergonha disto tudo!

Factos:

1) Uma empresa Alemã ganhou um contrato de fornecimento de SUBMARINOS a Portugal;

2) A mesma empresa Alemã ganhou um contrato de fornecimento de Submarinos à Grécia;

3) Os DOIS negócios foram, na Alemanha, considerados demasiado fáceis e demasiado lucrativos;

4) Foram investigadas, na Alemanha, as circunstâncias dos negócios e FOI PROVADO que existiram COMISSÕES pagas a CORRUPTOS Gregos e Portugueses;

5) Na Grécia, o mesmo negócio foi investigado e Continuar a ler

miradouro-do-futuro

Um retrato do PORTUGAL CONTEMPORÂNEO

Um retrato do PORTUGAL CONTEMPORÂNEO

Enquanto o País segue o PIOR momento da sua Governação recente, com estatísticas de emprego aldrabadas, empresas a rebentar, exportações a cair, impostos a subir e despesa púbica descontrolada, os opinadores do costume resolveram que o que é importante é a casa dos segredos (ali para os lados de S. Bento).

Assim, ficámos a saber que:

O Coelho mandou dizer que a culpa é só do Continuar a ler